• Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn

A cerveja feita de ouro

Um líquido dourado. Assim pode ser definida uma cerveja dependendo de seu estilo. Mas, já pensou em uma cerveja que desafia a associação com a cor do ouro e a leva além? Esse é o caso de Re Golden Lager, que conta com 0,018 gramas de ouro comestível em sua fórmula. 

A ideia inusitada surgiu em um hotel e cervejaria da República Tcheca, em Ostrava, e ganhou adeptos na região. A bebida é super exclusiva e foram fabricadas cerca de 500 unidades da cerveja, sendo produzida apenas sob encomenda. 

Ouro não influi no gosto

O ouro não tem gosto e, por isso, não interfere no paladar da cerveja. Apenas age em sua coloração, que fica mais ressaltada com os tons de ouro como se fosse uma pintura, causando um magnetismo ímpar na coloração. 

A Re Golden Lager recebeu esse nome em homenagem ao deus egípcio do sol, Rá, conhecido por sua força e capacidade de reger os elementos. A produção da cerveja dura mais de 18 meses e passa por um processo especial para a adição do ouro.

Outra curiosidade da cerveja é que ela é engarrafada em vasos de champagne, para ressaltar a coloração especial conseguida pelo mix com o ouro. O envase em garrafas de champagne também é comum entre as cervejas de guarda.

Banho de cerveja 

Quem pode ir até a República Tcheca e conferir de perto essa relíquia cervejeira tem a opção de tomar um banho de cerveja, que faz parte dos rituais terapêuticos do local. Que mistura é essa de banho, cerveja e ouro? Ruim não deve ser! 

As novidades do mundo cervejeiro são infinitas e você pode sempre encontrar tudo sobre esse maravilhoso mundo no blog da Beer & Bier. Nos acompanhe para saber tudo que envolve a mística cervejeira!