Cervejas smoked e charuto
  • Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn

 

As cervejas smoked e sua improvável harmonização (Aceita um cubano com essa Rauchbier?)

As Rauchbier, também chamadas de Smoked Beer, foram feitas originalmente na região da Francônia, na parte norte da Baviera. Porém, se tornaram especialidade histórica de Bamber, outra cidade bávara.

A origem do nome desse estilo de cerveja está no malte utilizado na produção, que é seco através de um processo de defumação com madeira. 

A ‘fumaça’ como ingrediente

Este processo proporciona aroma e sabor bastante especiais. Além da região de Bamberg, este tipo de cerveja é tem como locais comuns para sua produção a Escócia, a França e o Alasca.

A intensidade do seu caráter defumado varia muito, produzindo aromas e sabores diferentes, os quais mudam do levemente queimado ao tostado, que se assemelha ao bacon.

Sua cor fica no espectro do âmbar-claro até o marrom. Não são cervejas muito alcoólicas nem amargas. Por outro lado, são tão carbonatadas quanto as do tipo Lager.

Harmonização inusitada

As Rauchbier permitem uma harmonização curiosa com charutos, que deixam uma sensação picante na boca, sem chegar a fazer sobreposição em relação ao sabor da cerveja. Ao mesmo tempo o charuto acaba por amenizar o peso que as smoked beer possuem, em especial, para os menos acostumados.

Antigamente todas as cervejas poderiam ser consideradas Rauchbier, já que a secagem do malte ocorria sobre fogo aberto. Com todos os grãos tendo sabor defumado, o que levava esta característica ao produto final.

Hoje, porém, esse estilo tornou-se raridade e proporciona uma volta ao tempo. As Rauchbier tem o teor alcóolico que varia, normalmente, entre 4,8 e 6,5 %.