Lambic - Beer Bier Cervejas Especiais
  • Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn


A ‘magia’ das cervejas Lambic e a fermentação espontânea

Quando se fala nas Lambics, também conhecidas como cervejas de fermentação espontânea, deve-se ter calma, e discorrer sobre o assunto com a mesma velocidade que micro-organismos fazem seu trabalho, lentamente.

Enquanto as cervejas de alta fermentação, Ales, necessitam de aproximadamente 2 semanas para concluir o processo e as de baixa fermentação, Lagers, de mais ou menos 3 meses, as cervejas Lambics podem permanecer por anos maturando em barris de carvalho para atingirem o ponto ideal. A primeira Lambic sairá após pelo menos 1 ano de maturação.

A origem do nome e do tipo da cerveja vem da cidade de Lambeek, na Bélgica. Nas cervejas Lambic, a fermentação se dá pelas leveduras e bactérias selvagens presentes no ambiente e por não se tratar de um processo químico provocado pelo homem, não há dúvidas de que este tipo de fermentação seja o mais antigo. Ao longo de muitos séculos foi chamado de “benção de Deus” a transformação do mosto em contato com o ar em cerveja.

Um estilo diferenciado de cerveja

Podemos comparar as lambics a uma sidra mais ácida, levemente azeda, e o aroma acompanha essa característica, o que faz com que de todos os estilos, este seja o que menos lembra cerveja.

Não é facilmente identificado traços de lúpulo no aroma e pouco ou nenhum em seu sabor. Estas cervejas são secas e com um corpo leve onde  dulçor residual de malte não é percebido.

Rótulos e características de algumas Lambics

Podemos citar como sub-tipos de Lambics as Lambic-Fruit, Gueuze, Straight e Faro.

A mais forte delas é a Gueuze, popularmente é conhecida como “o champanhe de Bruxelas”, por sua efervescencia e por produzir muita pressão na garrafa. Seu teor alcoólico varia de 5,0% a 8,0%. As cervejas Gueuze são uma mistura de safras mais velhas e mais novas ainda em fermentação, causando inevitavelmente uma segunda fermentação na garrafa.

A Lambic-Fruit consiste em um desafio aos degustadores, caracterizadas pelos aromas e sabores de frutas das quais foram feitas. A acidez é parte importante do sabor, que deve ser harmonizada com o dulçor da fruta. Seu teor alcoólico varia de 5,0% a 7,0%.

A Straight Lambic, cerveja rara, também conhecida como Lambic Pura, é  encontrada em bares da Bruxelas e não possui misturas de frutas ou açucares em sua composição.

Para reduzir o azedume marcante das Lambics, alguns cervejeiros acrescentam coentro, açúcar e casca de laranja entre seus ingredientes. Em virtude disso essa cerveja é conhecida popularmente como “Lambic Faro”. Seu teor alcoólico varia de 5,0% a 6,5%.