• Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn

Cevada: produção, transformação e benefícios

Normalmente as pessoas sabem que a pizza começa lá com a farinha, que o refrigerante contém muito açúcar e que o leite possui altos índices de lactose. Porém, nem todo degustador de cervejas entende e tem conhecimento que a primeira parte do processo que nos permite apreciar um bom copo de cerveja é um campo de cevada.

Produção

Diferentemente do vinho, onde para o cultivo das uvas o melhor desempenho se dá no paralelo 30 (tanto no hemisfério norte, quanto no sul), no cultivo da cevada – muito mais resistente que a fruta que origina o vinho – o ideal é um clima que contenha frio, porém sem temperaturas extremas, solo enriquecido e pouca intensidade de sol.

Analisando os paralelos, facilmente entendemos o fato de o maior produtor mundial ser a Rússia, seguida (de longe!) por França, Alemanha e Ucrânia. No Brasil, os maiores cultivadores são os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, sendo os gaúchos os principais produtores. Mesmo com o inverno frequentemente intenso, com muitas chuvas e geadas, a região produz quase 45 mil hectares do grão que precisa de 110 dias do cultivo para a colheita.

Na produção da cevada, o grão que será destinado à indústria cervejeira precisa seguir uma série de especialidades, entre elas a germinação mínima de 95% e a proteína não ultrapassando os 12%.

Para tal, a característica de resistência se sobressai e torna-se fundamental, pois o grão tem condições de viajar longas distâncias para então iniciar a primeira parte de todo o processo de se tornar cerveja.

Transformação

Boa parte da colheita da cevada no Brasil é designada à produção de cerveja artesanal em nível industrial. Com esse mercado em constante crescimento, sua participação no total da colheita aumenta ano a ano.

O malte, considerado principal elemento da cerveja, vem do grão da cevada. Para que o grão esteja em condições ele precisa conter exigências, algumas citadas no tópico anterior. Caso contrário, o grão não destina-se ao malte mas, sim, à produção de ração animal. A análise é feita em amostras de lotes, que são enviadas para laboratórios e reagem a determinados produtos reagentes.

Acompanhando nosso blog e as principais notícias sobre o mundo cervejeiro, você já deve ter escutado ou lido por aí que o malte é a alma da cerveja. Por isso o cuidado extremo na seleção dos grãos que são, após aprovados, resguardados em um ambiente que possui temperatura e umidade controladas. Esse processo dura em média de 4 a 5 dias, sendo interrompido, quando os grãos começam a germinar e brotar. A seca e a torra definirá determinadas características e propriedades do malte, sendo uma dessas características o aroma, que pode ser de chocolate, caramelo e café, ou ainda ter outras variações.

Logo após o processo de produção, o malte segue para as cervejarias. Seu próximo destino é participar da produção do mosto, envolvendo novas adições: água, lúpulo e fermento.

Benefícios

Cereal rico em carboidratos, vitaminas do complexo B, fibras, selênio e magnésio, a cevada é considerada um alimento importante, pois em 100g do grão encontramos 73g de carboidratos, 12g de proteínas, 37,7mg de selênio e 1,94mg de magnésio. Esta composição permite que a cevada seja incluída na categoria dos alimentos funcionais, com sua utilização contribuindo para um bom funcionamento de intestinos, redução de colesterol e do risco de algumas patologias, quando utilizada dentro de uma dieta equilibrada. O selênio, por ser antioxidante, combate radicais livres, e o magnésio favorece o relaxamento muscular.

As fibras, quando ingeridas em grandes quantidades, aumentam o aproveitamento de nutrientes (principalmente proteína), gerando a sensação de saciedade e reduzindo a fome, pois o aproveitamento da proteína contribui para vegetarianos que buscam fontes alternativas para obtenção deste nutriente.

Nota-se uma grande presença de componentes utilizados na formação dos ossos. Não podemos deixar de incluir nos benefícios a diminuição da formação de cálculos biliares, muito conhecidos pela extrema dor e dificuldade de resolução. Alguns especialistas garantem, ainda, que o grão tem potencial de ajudar na prevenção do câncer, de cólon principalmente.

As propriedades da cevada com a sua composição transformam a cerveja em um alimento extremamente benéfico para a saúde, no caso do chamado consumo moderado. Por esses e por outros motivos é tão adequado o lema: “beba menos, beba melhor”! A Beer & Bier segue essa filosofia, levando o melhor para seus clientes!