Como trazer suas cervejas do exterior 

Tem se tornado cada vez mais comum o hábito de fazer viagens ao exterior que envolvam a passagem por roteiros cervejeiros. Passar por esses locais cria lembranças sensacionais na memória do fanático cervejeiro, tanto que a vontade é de recriar esses momentos no retorno ao Brasil. 

Porém, para reviver momentos sensacionais trazendo ao Brasil alguns rótulos de cerveja especial, é preciso tomar alguns cuidados básicos para não se ver frustrado com dissabores que podem acontecer pela falta de organização ou de mínimos cuidados ao trazer bebida para o país. 

Dicas básicas da sobrevivência 

A primeira, e talvez mais importante dica, é a de manter-se dentro da legislação brasileira sobre o assunto. É permitido entrar com até 12 litros de bebida alcoólica em nosso país vindo do exterior, o que, no caso da cerveja significa, cerca de 36 garrafas de 330 ml, 24 de 500 ml ou 20 de 600 ml. 

Outro quesito importante é o limite de importação que uma pessoa pode ter em viagem ao exterior. Essa cota está em 500 dólares para viagens feitas por via aérea. Se esse montante for ultrapassado a pessoa é taxada pela Receita Federal. Portanto, lembre de guardar os recibos de suas compras cervejeiras para demonstrar que o limite não foi atingido.

A preocupação com ataques terroristas criou uma série de limitações ao embarque com líquidos nas aeronaves. O limite estipulado para bagagem de bolso é de 100 ml, o que é inferior ao conteúdo de uma garrafa de cerveja. Então, sempre despache com sua bagagem as cervejas que você comprar fora do país. 

O despache da cerveja junto com a bagagem comum cria um outro obstáculo: como transportar minha cerveja de maneira segura? Não há uma técnica com 100% de eficiência, mas o mais recomendado é envolver as garrafas por muito plástico bolha. Claro que acidentes sempre podem ocorrer, mas é uma segurança e tanto. 

Compartilhe suas histórias

Por fim, se você tiver algum problema, não se frustre. Perder um pouco de cerveja, por mais que seja grave, não é o fim do mundo. Também não entre em pânico se você for taxado pelo imposto de importação. Outras viagens virão e você passará por novas experiências. No fim, são mais histórias para contar na sua saga cervejeira!