• Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn

Pale Ale: tradição inglesa que conquistou o mundo

O estilo Pale Ale é um dos mais antigos tipos de cerveja e foi concebido na Inglaterra, na localidade de Burton-on-Trent (cidade próxima ao rio Trent, no leste de Staffordshire), noroeste da ilha britânica, por volta do ano 1640. Porém, só foi receber esta denominação bem depois, após o século XVIII.

Seu nascimento ocorreu da tentativa de criação de uma cerveja com alta fermentação que possuísse lúpulo em boa escala e apresentasse coloração clara. Até hoje, é o estilo mais popular na terra da Rainha Elizabeth. 

  • Facebook
  • Google plus
  • Twitter
  • LinkedIn

O termo Ale designa toda e qualquer cerveja de alta fermentação, diferenciando-a das Lager – as de baixa fermentação. Pale é uma palavra de origem celta e que significa “pálido”. Portanto, denota a claridade e opacidade da coloração desse estilo de cerveja. As Pale Ale se distanciam, assim, das Ale mais escuras, também conhecidas por Brown Ale.

Ale de verdade

Entre o grupo das Pale Ale estão as Real Ale, estilo que ficou muito famoso pelo movimento Campaign for Real Ale – CAMRA (em tradução livre do inglês = Campanha pela Autêntica Ale). As ‘Ales Autênticas’ são servidas sem pressão e direto no balcão para o cliente, apenas com a pressão natural exercida pela gravidade.

As Real Ale, que também podem ser levadas ao apreciador da cerveja através de bombeamento manual, sempre tem de ser servidas no processo chamado running beer, ou seja, na temperatura ambiente, conservando os primórdios do surgimento deste tipo de cerveja, uma homenagem para esta tradição britânica.

Export

Porém, esse tipo de cerveja, fugindo a totalidade de sua tradição, pode ser apresentado de maneira engarrafada e embarrilada. Neste estilo, as cervejas apresentam maior teor alcoólico, normalmente destinadas à exportação da sua terra de origem para o restante do mundo.

Até 1830 as cervejas do estilo Pale Ale e cervejas Bitter eram consideradas sinônimos. Porém, com o tempo, ocorreu a diferenciação. Com isso, as fermentadas de estilo Pale Ale, que eram envasadas, passaram a ser chamadas de Bitter, exceção feita aos rótulos provenientes da terra natal das Pale Ale, Burton-on-Trent.

Questão de Estilo

Por causa da baixa carbonatação, as Pale Ale se diferenciam daquilo que é senso comum entre os habituados com cervejas mais comerciais, pois apresentam pouco colarinho. Em consequência, para alguns, pode fazer falta a tradicional espuma.

A diferenciação da Pale Ale reside na temperatura de sua fermentação. Normalmente, leveduras como a Saccharomyces cerevisiae fermentam em temperaturas entre 15 e 20 graus celsius. A fermentação para cerveja Ale em temperaturas mais altas acaba produzindo um líquido com maior nível de éster. Esta característica, considerada a principal entre as Pale Ale, a torna única entre suas similares, dando o aspecto encorpado proporcionado quando de seu consumo.